Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Planejamento Estratégico na visão da equipe da G&R

Planejamento Estratégico é pensar no amanhã. Não adianta mirar o HOJE, pois ele já está acontecendo, é preciso visualizar a situação desejada e dar passos práticos para chegar no alvo. Como diria Jack Welch, o “Planejar proporcionará o caminho para a organização sair do Ponto X (atual) e ir para o ponto desejado, Y”.

Pensando em Planejamento Estratégico, algumas perguntas vêm à mente:

1) Represento uma Empresa pequena, isto é para mim? E eu, que represento uma com bom faturamento?
R.: O planejamento estratégico deve ser praticado por todas as empresas no mundo corporativo, independentemente de porte. Não ter tal Planejamento deixará a empresa à deriva, sem direção coerente pelo que batalhar, sendo este um dos grandes motivos pelos quais um grande percentual de empresas iniciam e encerram as atividades antes do terceiro ciclo (ou ano);

2) Como executo este Planejamento?
R.: A Empresa que desejar executar este Planejamento deverá ter em mente que é necessário foco e determinação, além de uma grande resiliência aos maus períodos. Tal Empresa poderá destacar um de seus sócios e/ou colaboradores para estudar o tema e criar “expertise” própria ou poderá contratar um terceiro – e, neste caso, somos uma Empresa de Consultoria com foco neste tipo de ação. Importante ressaltar que não adianta nada fazer um Planejamento maravilhoso, colocá-lo no papel e não efetivar na prática. Com este intuito, ao sermos contratados para implantar um processo de Planejamento Estratégico, nossa equipe não apenas facilita o Planejamento em si como também acompanha, pelo período que a Empresa Contratante desejar, a implantação das ações e dos Projetos listados;

3) Afinal, qual a utilidade disto?

R.: Para dar direção, clareza e formalidade aos processos internos, definindo objetivos gerais e secundários, metas, marcos, projetos e planos de ação – e evitando, assim, que a empresa “deixe os ventos a levarem”, não tendo objetivos definidos. Um navio que sai do porto sem ter um destino definido nunca chegará em lugar algum, e o mesmo acontece com empresas que não tem definido, claramente, onde querem chegar;

4) Este trabalho já me foi oferecido algumas vezes, como escolher com quem fazer?
R.: Verifique, em primeiro lugar, as referências pessoais dos consultores que pretende contratar: área de formação, tempo de formação, especialidades e se já tiveram “expertise” com Empresas de porte similar ou maior do que a sua; em segundo lugar procure obter informações dos últimos lugares por onde a Empresa ofertante passou e o grau de satisfação do cliente; por último, busque o melhor negócio entre custo e condições de pagamento. Fica aqui uma ressalva: nunca seja uma “cobaia” – a menos que conheça profundamente o ofertante, não inicie algo que tal Empresa nunca tenha feito;

5) Quais técnicas devo utilizar?
R.: Existem muitas formas de conseguir chegar neste objetivo. Nós, da G&R, utilizamos exercícios e dinâmicas de “brainstorming” com a Direção da Empresa e seus convidados objetivando definir um consenso para todas as diretrizes necessárias para 1, 3 ou 5 anos de Planejamento. E acompanhamos, a pedido do cliente, todos os passos a serem dados para garantir o fiel cumprimento do planejado, gerando satisfação, retorno (financeiro e/ou organizacional), as possíveis adaptações ao longo do caminho e o crescimento proposto de sua Empresa.

Nos próximos meses publicaremos algumas informações úteis para as Empresas que desejam implantar tal Planejamento, aguarde novos posts.

MAIS ARTIGOS

NOSSA EXPERIÊNCIA COM A WEIKU – GESTÃO DE RH

Caso não tenha visto ainda o artigo anterior desta série, sobre gestão e controle de materiais, o link se encontra aqui http://www.gerconsultoria.adm.br/nossa-experiencia-com-a-weiku-gestao-e-controle-de-materiais/.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp